Já não era sem tempo…

19:11 - 31 Agosto 2007

Encontrei uma aplicação que me enche as medidas no que diz respeita a software de backup - ChronoSync.

“ChronoSync is an easy to use data management tool that allows you to efficiently synchronize files and folders from one disk location to another. Using the document-based interface, you can easily identify a group of files, specify a destination, then schedule the action to occur as often as necessary. Perform trial syncs and compare files so you always know the status of every file. Filter out specific files and folders using rules and exclusions. Archive deleted files in case you need to restore an older version. ChronoSync monitors the state of all your files so it only copies files that have been changed, keeping your synchronization time to a minimum…”

(Posts relacionados - “E agora?, “Há já uns dias…“)

E agora ?

20:57 - 19 Junho 2007

Depois de colocar o “isto” a funcionar e olhar bem para a coisa, está na hora de lhe dar uso - fazer o backup de uma quantidade de coisas mais ou menos importantes… não vá o computador engasgar-se.
Entre o procurar, instalar, testar, desinstalar passou-se uma tarde inteira sem que algo, leia-se software, realmente interessante caísse na rede.
Mais uma tentativa junto do Google e deparo com isto - Mac Backup Software Harmful.
“The surprising conclusion is that almost all Macintosh backup or cloning programs do not fulfill their primary purpose, i.e., they are not able to restore files with all associated metadata. This is despite the fact that many of the tools are advertised as “safe”, “accurate”, “bug-free”, etc. The tools that fail are harmful because they generate a false sense of security. Even more exasperating is that many of these tools cost (significant amounts of) money. The only laudable exception is the great SuperDuper application, which performs flawlessly.”…
Ora bolas a fazer fé no post afinal a “oferta” válida não é assim tanta como isso…

Há já uns dias…

19:40 - 19 Junho 2007

que ando para comprar um disco rígido externo. Como não encontrei o que tinha em ideia decidi-me por ver e ouvir o que me queriam vender.
Moral da história… optei por isto.

Questão seguinte - ligar esta coisa ao router (AirPort Extreme Base Station) e tá a andar.
Na teoria é só “atar e pôr ao fumeiro“… mas é só na teoria. Ligado directamente ao Mac trabalha na perfeição portanto é mais uma coisa para a ToDo list - pôr o “isto” a funcionar em rede.